fbpx

Compare as listagens

Porto. 11 milhões para dar nova vida ao antigo Central Shopping

Porto. 11 milhões para dar nova vida ao antigo Central Shopping

O Grande Porto tem atualmente em promoção 11 projetos de escritórios, num total de 170 mil metros quadrados

A SDC Investimentos vai investir 11 milhões de euros na reabilitação e reconversão do antigo Central Shopping, junto ao Campo 24 de agosto, no centro do Porto, num espaço de escritórios e comércio. O projeto Porto Business Plaza deverá arrancar no terceiro trimestre deste ano e em aproximadamente 10 meses será transformado numa área bruta locável de 17 mil metros quadrados, pensada para albergar serviços, a que se somará mil metros quadrados para retalho e 3500 que serão transformados em espaços polivalentes.

O antigo Central Shopping, construído pela Soares da Costa na década de 90 do século passado, é um dos ativos imobiliários da SDC Investimentos, que ainda detém 33,3% da construtora. Esta será a segunda fase do lançamento comercial deste complexo, que se iniciou com a instalação do terminal rodoviário da Transdev e prosseguiu com o arrendamento de um edifício à francesa Natixis e à tecnológica Feedzai.

A reconversão do antigo centro comercial, que passará a contar com espaços verdes e uma nova zona de restauração e lazer, irá permitir a circulação entre as ruas daquele quarteirão da cidade e será criado um novo acesso ao terminal rodoviário.

Para António Castro Henriques e Gonçalo Andrade Santos, acionistas da SDC Investimentos, o Porto Business Plaza ficará dotado de todas as condições para albergar diferentes escritórios, sendo inclusive possível o arrendamento de uma área de 6800 metros quadrados num único piso. Como sublinharam hoje na apresentação do projeto, esta é uma localização privilegiada dada a proximidade ao centro da urbe e à disponibilidade de transportes públicos, para além dos fáceis acessos para a saída da cidade.

No ano passado, foram colocados 80 mil metros quadrados de escritórios no Porto. A escassez de oferta nesta área imobiliária tem impulsionado os promotores a lançarem novos projetos. Por isso, António Castro Henriques não prevê dificuldades na colocação dos espaços do Porto Business Plaza, tendo até já duas entidades internacionais potencialmente interessadas.

Segundo a Cushman & Wakefield, que está responsável pela comercialização deste projeto, estão atualmente em promoção 11 projetos de escritórios no Grande Porto, com um total de 170 mil metros quadrados. Para Duarte Corrêa d’Oliveira, da Cushman & Wakefield, “o Porto Business Plaza vai colmatar a escassez de oferta de grandes áreas de serviços no centro da cidade”.

Fonte: Dinheiro Vivo

img

Nuno Branco

Publicações Relacionadas

Quase 30% dos apartamentos à venda estão no mercado há mais de um ano

Perto de 30% dos apartamentos e 43% das moradias que estão anunciadas em portais de imobiliário...

Continue a ler
Nuno Branco
por Nuno Branco

Investimento em imobiliário comercial chega a 1050 milhões no primeiro semestre

O setor dos escritórios somou um total de 245 milhões de euros, representando cerca de 23% do...

Continue a ler
Nuno Branco
por Nuno Branco

Estes são os 25 municípios com as casas mais caras

Onze dos municípios mais caros estão localizados no Algarve. Lisboa lidera o ranking nacional,...

Continue a ler
Nuno Branco
por Nuno Branco

Junte-se à discussão